Oh pressão!

Assumiram um papel importante no mundo corporativo, demonstrando suas capacidades em encontrar soluções, mas, depois de todo dia de trabalho no escritório, ao chegar em casa, encontram vários problemas à espera em cima da pia, no chão e na cesta da roupa suja. Como se não bastasse, ainda devem responder às exigências dos filhos e do marido. Os finais de semana passam rápido demais, sem tempo para si mesmas, sem poder se relaxar completamente. Retornam ao dia-a-dia do escritório, gerenciando responsabilidades e demandas além ou aquém de suas competências. Se muito além, devem-se empenhar para mostrar resultados; se muito aquém, não se sentem motivadas ou desafiadas o suficiente para produzir. Tentando enfrentar a loucura da vida moderna, acabam se descuidando da alimentação equilibrada e da sua própria saúde física e mental. As mulheres vivem um turbilhão de emoções e oscilações de humor próprias da organismo feminino, e diante de um ritmo de muita tensão podem sentir opressão.

Pressão baixa e depressão são diferentes, embora tenham alguns sintomas similares. É importante estar atenta e tentar aliviar um pouco o peso e a intensidade da rotina diária, buscando, principalmente, parceria com os colegas e companheiros. É preciso cuidar mais e melhor de si, ter em quem se apoiar e fazer parte de grupos de mulheres, que enfrentam rotinas parecidas e, portanto, podem nos ensinar a nos expressar e relaxar mais… e a se exigir menos.[photopress:mulher_em_rosa_1_2.png,thumbnail,alignleft]

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *