Educação requer afeição

Por que as crianças não aprendem? Muitas pessoas vão dizer que é por falta de escolas, de computadores, de brinquedos pedagógicos adequados, por falta de merenda escolar, de transporte público; mas educadores dizem mais que isso. Rita Pierson abordou esse tema em 2013, em uma conferência da TED. Infelizmente, ela faleceu pouco depois e não está mais entre nós, possibilitando-nos crescer com suas reflexões. De toda forma, é uma das minhas palestras favoritas que abordam educação. Ela traz questões essenciais na aprendizagem: a importância da conexão entre estudantes e professores, a importância de se fazer amar pelas crianças, e como não investir no relacionamento pode ser prejudicial ao desenvolvimento infantil. Tenho dois filhos e já percebi que eles se conectam mais com as matérias que têm professores competentes, mas também carismáticos e atenciosos. Na minha própria história de vida não foi diferente.

A educação, embora seja um direito que deveria ser acessível a todos, como diz o artigo 26 da Declaração Universal de Direitos Humanos, ainda está longe de ser acessível até mesmo para quem já frequenta a escola. O desafio da aprendizagem é elevado em escolas públicas e particulares, e muitas vezes pela ausência de um componente bastante simples – o afeto por parte dos professores. Tem aqueles que “simplesmente” não são afetuosos, mas tem também os que praticam bullying e são cruéis com crianças que não se encaixam no padrão, sejam por serem extremamente inteligentes, por terem déficit intelectual, por serem crianças com necessidades especiais, ou até mesmo por não terem uma fisionomia atraente. São vários os motivos que podem fazer uma criança se sentir excluída e depreciada pelos professores.

Bem, apesar des ser uma apaixonada por educação, de ser filha de uma professora e orientadora educacional, e ser capaz de escrever páginas e páginas sobre educação; em homenagem ao “Dia Internacional da Educação”, celebrado em 24 de janeiro, deixo uma incrível especialista falar por mim, afinal “toda criança precisa de um herói”, de uma referência importante que ela admire.

Leia também Ameaça ou oportunidade na educação infantil.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

العربيةEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語Basa JawaPortuguêsРусскийEspañol