Calúnias no ambiente de trabalho: o caso de uma servidora pública

Tempos atrás tive uma cliente de coaching altamente frustrada em seu trabalho. Ela se dedicou exaustivamente a construir uma carreira. Com seu comprometimento e competência, ganhou rapidamente destaque e cargos cada vez mais altos. De repente, apesar de não ter nenhuma responsabilidade, ela foi envolvida em um escândalo constrangedor na sua instituição, relacionado com o desvio de recursos públicos. Sua credibilidade, honestidade e ética foram colocadas em dúvida. Colegas da sua instituição e outras pessoas assumiam que ela tivesse participado do esquema de fraude juntamente com alguns outros membros da equipe. As afirmações não correspondiam à realidade, e dessa forma, ela se sentiu vulnerável, sem energia; porém precisava buscar uma estratégia para seguir em frente.

Ela repetia um dos maiores desafios diante do escândalo: “Não se pode resolver os problemas de uma só vez. Tem outros atores envolvidos. Se eu tento organizar uma peça, coloco outra em perigo”.

Apesar da dificuldade que ela apresentava para lidar com a situação, da mágoa pelas calúnias, do sentimento de ser traída por colegas que ela gostava e admirava, e até mesmo do desejo pessoal contraditório de não prejudicar ninguém; exploramos como ela poderia se (re) energizar, se harmonizar para passar para uma etapa de raciocinar sobre o assunto e identificar as melhores alternativas para apresentar a sua versão dos fatos e recuperar sua credibilidade no seu ambiente corporativo.

O fortalecimento das suas emoções veio pelo apoio dos seus filhos, pelo compartilhar de sua história com amigas e pessoas que passaram pela mesma situação, pelo olhar racional para o seu problema; buscando fragmentar a solução e construir um passo-a-passo para, finalmente, superar aquele obstáculo. Ela se dedicou a encarar o problema, a assumir o protagonismo da sua própria vida, a agir com liderança diante daquele desafio e a reverter, com estratégia e criatividade, as ofensas e os julgamentos em força para seguir em frente e descobrir novas opções de trabalho coerente com as suas competências.

Resultado: hoje essa minha coachee está mais madura, forte e capaz de vencer diversas dificuldades. Mesmo tendo conseguido demonstrar sua honestidade, ela escolheu se transferir para um outro órgão onde sentia que as pessoas eram mais confiáveis. Ela também resolveu destinar mais tempo para a família, pois percebeu que seu comprometimento com o trabalho estava além do necessário. Ela sempre fazia muitas horas-extras não remuneradas e tinha pouco tempo para desfrutar da convivência com os filhos e os netos. Aquela situação difícil e injusta acabou lhe fazendo reformular sua vida e torná-la uma mulher mais profissional, mas também dando a si uma rotina mais significativa.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

العربيةEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語Basa JawaPortuguêsРусскийEspañol