Especial para o Dia dos Namorados (1)

Sentada por horas e horas, pensava em algo para escrever que não brotava de seu íntimo. Deveria ser impactante. Deveria fazê-lo telefonar tão logo lesse a mensagem. Celular? Email? Refletia se em tempos modernos não poderia ser ela mesma aquela que tomasse a iniciativa. Até que ponto as mulheres podem se permitir fazer o primeiro contato?! É, mas se ao menos não estivesse às vésperas do dia dos namorados… Obviamente ele vai pensar que ela está interessada em algo sério, que está sem programa e que que é tão solitária, como de fato é. Hummm, que difícil não poder dar bandeira. Lembrou que poderia pedir um conselho para Glorinha. Ah, mas se ela viesse de novo recordá-la do filme [photopress:09_05_02_13_05_34_ele_nao_esta_tao_a_fim_de_voce_poster01_1.jpg,thumb,alignleft] “Ele não está tão a fim de você” e dissesse que quando os homens querem convidá-la para jantar no Dia dos Namorados, eles ligam com antecedência e reservam o restaurante. Era tudo que Valquíria não poderia escutar, porque até na agenda do celular seu nome deveria estar entre os últimos. Humm, mas quem sabe ele seja aquele tipo de homem que começa a ler a agenda do final?! Foi ficando tão nervosa que optou por comer uma maçã, mas diante da geladeira viu aquela sua foto gordinha que a inibe até de tomar água. O que fazer??? Ficou pensando que sua história estava mais para o filme Divã, [photopress:diva_poster01.jpg,thumb,alignright]baseado no livro de Martha Medeiros, e pensou que precisaria de um Lopes em sua vida, mesmo que fosse somente para ouvir suas queixas. Resolveu procurar no google se encontraria alguma dica sobre o endereço do psicanalista, mas acabou indo parar no site com indicações de cinema. Estremeceu ao ler [photopress:quando_voce_viu_seu_pai_poster02.jpg,thumb,alignleft]”Quando Você Viu Seu Pai Pela Última Vez ?”, pegou o telefone chorou…chorou…, por fim resolveu teclar os números e chamou seu pai para um jantar de reencontro. Ele tocou a campainha. Através do olho mágico, Valquíria viu um ramalhete de flores e por trás de tanta beleza, alguém que ela tinha pensado em deixar no passado. Que Dia dos Namorados inesquecível!

Share

Um comentário sobre “Especial para o Dia dos Namorados (1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *