La Valse d'Amélie – a mágica da generosidade e da criatividade

Amorosidade, simpatia, beleza nos pequenos gestos, vontade de trazer notas de alegria para a vida de outras pessoas. A música La Valse d’Amélie sugere tudo isso apenas com as notas do piano do seu autor, Yann Tiersen, que, com melodia suave e encantadora, completa o sorriso e o olhar puro de Amélie, protagonista do filme francês “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain” (2001). Amélie transforma o cotidiano em poesia, ajudando pessoas desconhecidas que passam por sua vida a realizarem seus pequenos e grandes sonhos, transformando, assim, sua própria vida em uma fábula com final feliz. O filme – bem escrito, bem dirigido e interpretado – desperta a generosidade e a criatividade na mente e no coração. Vale a pena (re)ver o filme e escutar a música, para lembrarmos e percebermos que, com espontaneidade e carinho, todos podemos, até com pequeníssimos gestos, melhorar nossa própria vida e aquela de outras pessoas, inclusive desconhecidas.
Clique, abaixo, para assistir um trailer do filme com esta música.

E você? O que lembra ao escutar esta música? O que te inspira? Escreva seu comentário aqui no blog e concorra a uma sessão gratuita de coaching, pelo Skype ou presencial (em Brasília – DF).

Share

8 comentários sobre “La Valse d'Amélie – a mágica da generosidade e da criatividade

  • Ao escutar esta música eu sinto uma imensa paz interior, e agradeço Deus que ainda hoje haja alguém capaz de traduzir em música todos estes sentimentos genuínos. Eu fico muito cansado de toda a violência que cada dia nós vemos neste mundo, e quando escuto este tipo de música e vejo este tipo de filme o meu coração respira ar fresco, puro.
    Um forte abraço
    Daniele

  • Simplesmente encantadora… a música em si traduz tantos sentimentos, sonhos, algo tão profundo, intenso, e ao mesmo tempo tão peculiar e divino. Fonte de inspiração. De fato, a música tem tudo haver com o video, o caminhar das notas varia de acordo com cada cena, cada gesto traduzido.. o café, o olhar, a força da água, a solidão, a corrida na escada, o coração saltitante, o olhar fugaz, a velocidade, a brisa no rosto… e então o medo, a tristeza, o choro, a lágrima, o ouvido, o toque… o amor, a felicidade… a unidade.. sentimentos expressos de forma tão simples e singela, pincelados com o toque das cores, o verde, a esperança, o vermelho forte, o amor, a sedução.. cada quadro um significado diferente.. um verdadeiro conto de fadas repleto de símbolos tão significativos. A vontade maior é a de entrar dentro da música e vivenciar os detalhes com mais afinco.

  • Com certeza gostei muito do comentário da Duda.
    A música pelo que pude ouvir tem uma boa sensação, e a Duda foi a pessoa que sobe explicar com detalhes,o que podemos imaginar em nossa mente o o que a música nos passa. Uma imensa paz interior.
    Duda meu voto é seu.

    Marcus Vinicius

  • Voto na Duda, apesar de achar o comentário de Daniele breve, porém muito verdadeiro.
    A Duda relatou de uma forma mais expressiva, fazendo-me viajar junto com ela nestes sentimentos.
    Boa sorte Duda!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *