Um comentário sobre “Qual a receita da paz?

  • Adriana, fico impressionada com a falta de educação, arrogância, desrespeito das pessoas. Para onde esse mundo está indo?
    Parabéns pelo seu trabalho e por ser uma pessoa que construiu sua vida, sua carreira toda, dentro de elevados padrões de honestidade e ética. Parabéns pela linda palestra que nos deu sobre assédio moral! Nunca pensei que esse processo ocorresse com os chefes também, assediados por sua equipe. Tem gente ruim em todas as posições, não é? Que mundo é esse!

  • Querida Adriana,
    a tolerância, com certeza absoluta, é o ingrediente principal por segurar a paz, mas não deve ser confundida com o sentimento que aceita todo o que os homens podem fazer de ruim. È preciso renúnciar ao egoísmo e manter sempre o respeito por os outros; mas todo o mundo deve compartilhar este sentimento: isto é a imensa dificuldade. Eu penso, infelizmente, que agora não estamos prontos. O que os homens tem que fazer é trabalhar com a criança, na escola, por esperar um dia de apagar todo o ódio que ainda existe no mundo. A nossa esperança são os jovens, sempre que não sejam corruptos pelos adultos. Eu também quero parabénizá-la pelo seu trabalho e por ser a pessoa que é: continua assim e ensina nos a ser pessoas melhores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *