Rafting de bamboo: um passeio no rio Martha Brae

Eu fui convidada para participar do projeto “Conheça Minha Região” #conhecaminharegiao para mostrar e falar da região onde moro. Hoje o tema é “Lugares famosos na nossa região” e vou apresentar o rafting de bamboo na Jamaica.

Você já ouviu falar em rafting de bamboo? Confesso que jamais ouvi falar em algo do gênero, antes de conhecer a Jamaica. Na verdade, eu tive a emoção de fazer rafting anos atrás na Indonésia. A experiência foi pura adrenalina. Mas, o que seria um rafting em uma jangada?

Por aqui são várias as opções de raftings de bamboo no rio, mas escolhi o Martha Brae, pela proximidade com o hotel em que estive hospedada no recesso de final de ano, em Montego Bay. A atração fica a meros 30 quilômetros de distância de lá e a estrada até Trelawny, onde fica o rio, é bem acessível.

Ao chegar no local, fui surpreendida positivamente pela limpeza e cuidados de higiene, em geral. Logo na entrada, tem uma pequena plantação com ervas da Jamaica, o Miss Martha’s Herb Garden, famosas por suas propriedades medicinais e curativas. Há, também, uma bar onde é possível adquirir alguns refrescos antes de seguir no percurso, que dura, aproximadamente, noventa minutos. Se for de sua preferência, é possível, levar a sua própria mochila com bebidas e biscoitos, que foi o meu caso. Próximo ao bar, tem uma secretaria, onde se compra o tíquete de 65 dólares americanos por rafting, no qual acomoda confortavalmente duas pessoas, mas leva até três, e você recebe algumas orientações sobre o passeio. O pagamento deve ser feito em espécie.

Embora o tempo do trajeto pareça longo, a sensação é tão incrível que mal se vê o tempo passsar. Você pode escolher ficar somente contemplando ou meditanto, mas também pode interagir com o capitão que tem prazer em mostrar a fauna e a flora local. A sensação de (re)conexão com a natureza para mim foi incrível. Mesmo depois de uns dias na praia, eu não tive a sensação de descanso que esse passeio me proporcionou. Era a mais perfeita quietude, com o som dos pássaros e das folhas balançando ao vento. Tive um guia ótimo. Ele me permitiu até aprender a usar os remos e manobrar a jangada. Foi uma experiência muito prazerosa. Eu, realmente, estava na vibração de querer me entregar por completo, então fiz tudo que tinha direito, observei a natureza, os artesanatos expostos nas árvores por produtores rurais, o treinamento na jangada e o mergulho delicioso na água refrescante do Martha Brae.

Quando o passeio terminou, eu confesso que estava pronta para ficar mais noventa minutos, e apesar de ter pago um preço elevado, a minha sensação era de ter investido muito bem o meu recurso, pois me sentir renovada.

No final, o nosso capitão, Messam, ofereceu um souvenir que é feito na região com a calabash jamaicana. Achei a taça bonita e, embora também não fosse barata, comprei duas. Eu gosto de prestigiar esses trabalhos locais e o Messam merecia, pois, realmente, foi incrível comigo o tempo todo.

Uma deliciosa surpresa, literalmente, foi terminar o rafting em frente ao restaurante da vila. Poder prolongar o passeio naquela atmosfera linda e provar a comida de Trelawny foi bastante especial. Enquanto esperava, e demorou bastante, pedi a cerveja local, que eles tomam gelada assim como no Brasil. O caminho de volta para a entrada, onde os carros ficam estacionados, é feita em uma caminhonete e está incluída no valor do passeio. Ao voltar para pegar a estrada de volta para Kingston, continuei contectada com a natureza, sentindo o cheiro das árvores, apaixonada por tudo, e sonhando com um retorno. Quem sabe?!

Para ver os detalhes desse tour maravilhoso, assista o vídeo no Youtube ou no IGTV, do Instagram.

Share

1 comentário em “Rafting de bamboo: um passeio no rio Martha Brae

  • Antes de embarcar no passeio, pudemos passear pelo Miss Martha s Herb Garden , uma apresentacao das ervas da Jamaica (incluindo a maconha!) famosas por suas propriedades medicinais e curativas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

العربيةEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語Basa JawaPortuguêsРусскийEspañol