Paciência – a vida é tão rara!

Desde a semana passada, tenho sido surpreendida com o falecimento de pessoas queridas e especiais para mim. Pessoas amáveis e generosas, seriamente dedicadas às suas tarefas, atribuições e responsabilidades, que se doaram, verdadeiramente, para suas famílias ou comunidades carentes. Pessoas que eu amaria rever, para compartilhar mais histórias e novidades, para aprender com seu exemplo de viver a vida com alegria e persistência, lidando com dificuldades e limitações constantes.

A perda de pessoas queridas nos faz refletir e pensar sobre o que estamos, também, perdendo, diariamente, ao nos deixarmos irritar com pequenas coisas, ao desperdiçar horas preciosas com discussões sem propósito ou ao levar uma rotina acelerada e sobrecarregada de compromissos desnecessários ou de pouca importância. É preciso entendermos quando desacelerar ou até parar, para ver, ouvir e sentir dentro e fora de nós, para cuidar mais de nós mesmos ou de quem precisa do nosso apoio, doando um pouco do tempo das nossas vidas para ganhar mais satisfação pelo que fazemos, sem esperar nada em troca.

Por isso, ao refletir sobre a vida, apresento uma música do recifense-carioca, brasileiro do mundo, Lenine. Com “Paciência”, interpretada junto à instrumentista Cristina Braga, ele nos oferece um pouco mais de calma e uma mensagem que dispensa qualquer outro comentário.

2 comentários sobre “Paciência – a vida é tão rara!

  • Amei a reflexão! A escolha da música e vídeo foram adequadas e me tocou profundamente.
    Além de tudo, desejo força para superar as perdas das pessoas queridas. Deve ter sido difícil para você.

  • Querida, sei que ontem mais uma pessoa querida se foi… não queremos conformar com esta realidade, por mais idade que a pessoa tenha não deixa de fazer falta devido suas lembranças, a maioria delas agradáveis, principalmente em se tratando de parentes e amigos.
    Ouvi a música, que fala da vida tão rara…e por isso mesmo temos que aproveitar cada
    momento que temos, para valorizar a nossa e das pessoas que amamos.
    È bom refletir… ter calma… fazer uma pausa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *