Humanizando a Aprendizagem

A aprendizagem, mesmo depois de uma longa distância dos tempos da palmatória, ainda é vista, por várias pessoas, como um castigo. Nas escolas ou no trabalho, aprender ainda traz um sentimento de inferioridade. É preciso que esse processo seja leve, que não envergonhe ou gere qualquer constrangimento. É possível aprender, usando a mente, no máximo de seu potencial, o corpo, a alma; conectando emoção, intuição e espírito. É possível aceitar a transdisciplinaridade, a unidade, assim como a individualidade e a pluralidade.

O estímulo correto e o respeito aos tempos de cada um faz com que os profissionais atuem como arquitetos de suas próprias vidas e carreiras.

No percurso da neuroaprendizagem e dos grandes ideais de cientistas do mundo, como o biólogo, psicólogo e epistemólogo suíço Jean Piaget, do psicólogo russo Lev Vygotsky, da pedagoga italiana Maria Montessori e do neurobiólogo chileno Humberto Maturana são apresentadas várias possibilidades de aprendizagem. Hoje, vai muito além, pois os profissionais adaptam teorias às vivências e práticas do dia-a-dia, aos ambientes e culturas.

O processo de aprendizagem pode ser leve na vida pessoal. No Coaching Executivo não precisa ser diferente. Cada coachee tem a oportunidade de desenvolver competências sem que as sessões se tornem uma angústia. Muitas vezes os profissionais se sentem cobrados pelas Empresas que contrataram o serviço de coaching, pois devem dar resultados imediatos. Muitos coachees também se cobram demais. É preciso se desenvolver sim. É preciso buscar desafios, mas é preciso aprender a valorizar o crescimento gradual. É preciso perceber e celebrar os diferentes níveis de aprimoramento.

Se, por exemplo, um Diretor Comercial elevou as suas vendas em 50% e não em 90%, como era esperado, ele é considerado que fracassou no alcance da meta. Muitas vezes não é analisada a estratégia para o desempenho alcançado, mas o insucesso. Em casa, ocorre muito de se perceber, por exemplo, após uma faxina, o que falta para ser melhor organizado e não o que foi alcançado, inicialmente, com a primeira fase de limpeza e organização.

Nesse vídeo, faço uma comparação bem simples. Espero que você aprenda como se desenvolver de forma leve, celebrando cada etapa.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

العربيةEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語Basa JawaPortuguêsРусскийEspañol