Conectados no “novo normal”

Estamos mais conectados do que nunca. O mundo inteiro vive o mesmo medo, a mesma vontade de sair, passear, viajar, frequentar restaurantes e academias de ginástica. Todos nós queremos abraçar as pessoas e compartilhar histórias numa mesa, enquanto confraternizamos o fim dessa crise global. Muitos de nós estão com saudade da rotina no escritório.

De certa forma, já vamos nos sentindo mais adaptados ao novo normal, usando máscaras e sentindo menos falta de ar do que quando tudo era novo. Vamos aprendendo a trabalhar mais virtualmente e estamos até descobrindo que podemos ser mais produtivos de pijama do que de terno e gravata ou de tubinhos e salto alto.

Muitos dos meus coachees comentam que têm trabalhado muito mais de casa do que quando iam ao escritório. E vários descobriram que gastavam muito dinheiro e tempo em reuniões que por plataformas online acabam sendo mais efetivas, rápidas e econômicas. Falas preconceituosas de quem falava mal de teletrabalho ficaram no passado. A verdade é que com mais confiança, as pessoas se engajam muito mais. Homens e mulheres precisam, urgentemente, dividir tarefas e aprender a planejar seus tempos e movimentos para darem conta de atuar profissionalmente, enquanto cuidam dos filhos e da casa.

Várias mudanças interiores vêm ocorrendo e ainda muitas outras irão ocorrer. Ninguém pode prever ou garantir o futuro, pois tudo parece impreciso demais.

Ainda assim, algo que podemos dar como certo é que nem aqui e nem na China… jamais seremos os mesmos.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

العربيةEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語Basa JawaPortuguêsРусскийEspañol