Mal consigo respirar!

Algumas das frases abaixo foram selecionadas a partir da minha prática em coaching executivo com diretores, gerentes e coordenadores; outras foram pronunciadas por mulheres, participantes da oficina “Heroínas: como equilibrar vida pessoal e profissional” (de minha autoria), realizada em várias instituições do setor público e privado no Brasil.

Todas as frases foram apresentadas de forma expontânea, em resposta à angústia causada pela incapacidade em reservar um tempo para “far niente” (=fazer nada), para conversar com familiares e amigos, ler um romance, fazer ginástica, ir ao salão de beleza, pegar um cineminha… e até mesmo dormir.

“Vivo para trabalhar, não trabalho para viver.”

“Sempre tenho tempo para os almoços de negócios, mas não tenho mais tempo para almoçar com a minha esposa.”

“Descanso para trabalhar no dia seguinte.”

“Quando chego em casa, estou tão esgotada que não consigo brincar com meu filho, apesar dele ter ficado na creche o dia todo para que eu pudesse trabalhar.”

“Sinto que não conseguirei aguentar as triplas e quádruplas jornadas de trabalho. Não tenho tempo para dormir.”

“Meu trabalho é longe de casa. Ocupo mais de quinze horas por dia, dedicada ao trabalho, e o que ganho só possibilita pagar as contas essenciais.”

“Preciso pegar o ônibus para ir para a indústria, mas meu filho não pode ir comigo no ônibus devido às leis de segurança da empresa. Devo acordá-lo bem cedo e pegar um transporte público, mas depois não consigo chegar pontualmente no trabalho.”

“Minha mãe fica com meu filho pequeno para que eu possa trabalhar, mas ela não fica com ele para que eu possa dormir. Estou me sentindo exausta.”

“Trabalho em uma corporação há anos. Recebi uma proposta para mudar de empresa. Sou diretor e me tornaria presidente. Deveria estar festejando, mas estou apreensivo, pois no início de qualquer trabalho é necessário maior dedicação para entender os processos organizacionais. Minha filha está com problemas em casa, e minha esposa tem solicitado ajuda, apesar dela não trabalhar fora. Estou confuso se aceito a proposta.”

“Não aguento mais chegar do trabalho, ver meu marido assistindo jogo e eu ter que fazer o jantar para todos, inclusive para ele. Quando terei eu mesma tempo para relaxar?”

“Adriana, o único tempo que tenho para mim ao longo da semana é quando estou fazendo coaching com você. Não consegui fazer as tarefas, mas pensei a respeito enquanto dirigia para o trabalho. Estou envergonhada!”

“Depois que passei a organizar melhor o meu tempo e incluir horas de lazer, a minha vida melhorou muito em todos os aspectos, e eu te agradeço por isso.”

“Mal consigo respirar! Respirar diante de um lago, de um parque, de uma praia. As pessoas pensam que quem mora no Rio de Janeiro tem tempo para curtir a vida. Eu não tenho!”

Um comentário sobre “Mal consigo respirar!

  • Fantástico!
    Encaminhei o artigo para muitas pessoas conhecidas. É uma fantástica sintetização do que acontece com todos nós.
    Precisamos “desacelerar” e buscar uma vida com mais qualidade.
    Parabéns Adriana!
    Um abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *