Perdão e liberdade

Hoje em dia é cada vez mais difícil não magoar ou não ser magoado. As rotinas, normalmente, são estressantes; as pessoas nem sempre têm com quem desabafar e se liberar das adversidades. De toda forma, podemos escolher viver de forma mais leve, suave, livre e libertadora.

Perdoar é um ato de liberdade e não de concordância. É a opção por se sentir bem ao invés de carregar consigo a amargura e a solidão da raiva ou os sentimentos negativos que ameaçam até a própria saúde física, mental e emocional.

Pedir perdão também é um exercício libertador e que requer coragem. A outra opção é permanecer medroso, orgulhoso e frustrado ao invés de tentar ser feliz.

É difícil o diálogo quando há mágoa, Elton Jonh?! Claro que sim, mas também é difícil prosseguir na caminhada, carregando uma bagagem cheia de desilusões do passado.

2 comentários sobre “Perdão e liberdade

  • Eu acredito que para quem vive no passado, realmente fica difícil caminhar.
    Para quem trabalha conscientemente para viver o” Aqui e Agora”, ou seja viver o presente, sem estar atrelado ao passado e nem fantasiando o futuro, não tem motívos
    para guardar mágoas. Tudo tem que ser elaborado e processado, com nossas atitudes
    do momento. “O futuro não se vê… o que será, sera”.
    Eu aprendi que o dia mais importante é HOJE. E é nele que quero viver minha alegria e
    curtir a minha felicidade.

  • Que bonito!!!
    Vou reescrever uma mensagem que recebi de um tio muito amado:
    “Não guardemos mágoas no coração. Bom é o perdão mútuo, pois o perdão é uma atitude de grandeza e superação que cura feridas.”
    O amor incondicional e justo nos ensina a tudo sofrer, tudo esperar e tudo suportar, para a Glória de Deus (1 Co 13).”

    Que Deus nos capacite nesta prática e tenhamos uma excelente semana!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *