Você sabe driblar suas crenças limitadoras no ambiente de trabalho?

Dreamworks

As crenças limitadoras nos levam a pensar que só existe um caminho. Preferencialmente aquele já conhecido, onde as regras já foram estabelecidas e os profissionais com reconhecida alta performance, são considerados os grandes destaques. No entanto, nem sempre as nossas crenças nos levam às melhores alternativas ou à decisão mais acertada. Por isso, é recomendado ouvir a voz da experiência, da sabedoria e ampliar as perspectivas.

No trecho do filme Kung Fu Panda, lançado em 2008, produzido pelos estúdios DreamWorks Animation, apresentado abaixo, o personagem Shifu é provocado pelo grande sábio Oogway a rever suas crenças. O velho mestre lhe sugere guiar, treinar e acreditar no Panda Po, um guerreiro aparentemente sem qualquer possibilidade para vencer o perigoso Tai Lung. Ele reafirma diversas vezes que é preciso “acreditar”.

Líderes precisam ampliar seus horizontes e buscar identificar talentos, ainda que não estejam tão óbvios. Necessitam saber extrair o potencial de cada membro de sua equipe. Além disso, precisam seguir a recomendação de Oogway de guiar, treinar e acreditar. Cada colaborador, da mesma maneira, precisa também quebrar seus próprios paradigmas quanto às barreiras institucionais, enfrentar seus medos e desenvolver uma estratégia para desafiar modernizar a cultura organizacional, ainda que enrijecida.

Ficam as questôes:

Você tem acreditado em si mesmo?
Tem acreditado que tem qualidades para ajudar a desenvolver sua própria organização?
Tem feito algo para vencer suas crenças limitadoras?
Tem uma estratégia para desenvolver a si mesmo e contribuir para o desenvolvimento da empresa na qual atua?

Leia também: Sonhando ou lutando?
Inovação e Gestão de Pessoas

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *