Como dormir pode te ajudar a resolver problemas? A Neurociência responde.


Muitas pessoas dizem “Para resolver os problemas, nada como uma noite bem dormida”. A sabedoria popular acerta e, nesse aspecto, dialoga na mesma linha da Neurociência. John Peever, diretor do Laboratório de Neurobiologia de Sistemas da Universidade de Toronto, e Brian J. Murray, diretor do Laboratório de Sono do Sunnybrook Health Sciences Centre acreditam que “o sono serve para reenergizar as células do corpo, limpar o lixo do cérebro e apoiar a aprendizagem e a memória”.

Enquanto dormimos, o cérebro gera dois tipos distintos de sono – o sono de ondas lentas, do inglês slow wave sleep (SWS), conhecido como sono profundo, e o movimento rápido dos olhos, do inglês rapid eye movement (REM). A maior parte do sono que fazemos é da variedade SWS, caracterizada por ondas cerebrais grandes e lentas, músculos relaxados e respiração lenta e profunda, que podem ajudar o cérebro e o corpo a se recuperarem após um longo dia. Segundo o neuropsicólogo americano, Dr. Paul Nussbaumo, o sono REM ocupa cerca de 25% do nosso sono total.

As pessoas entram no sono REM cerca de 90 minutos depois de adormecerem, e passam por estágios REM que podem durar até uma hora. Um adulto médio tem cinco a seis ciclos REM a cada noite. Durante esta fase final do sono, o cérebro se torna mais ativo. É quando os olhos se movem rapidamente em direções diferentes, daí o nome que veio do inglês REM, e é quando a maioria dos sonhos ocorre. Nesse estágio, também, a frequência cardíaca e a pressão sanguínea aumentam, e a respiração se torna rápida, irregular e superficial. O sono REM desempenha um papel importante na aprendizagem e na função da memória, pois é quando o cérebro consolida e processa as informações do dia anterior, para que elas possam ser armazenadas em sua memória de longo prazo. Além disso, restaura informações que não estavam enraizadas durante o dia, consolida e protege contra perda de informações, esquecimentos, eventuais distrações; além de aumentar a capacidade de aprender enquanto estamos acordados.

O cérebro ao processar informações, torna claro o que devemos fazer ou descartar, portanto é capaz de identificar novas soluções e tomar decisões mais brilhantes e efetivas. A falta de sono prejudica o raciocínio, a resolução de problemas e a atenção aos detalhes. Sem REM e sono profundo, podemos nos tornar sonolentos, deprimidos, estressados e cometer erros. Uma boa noite de sono ajuda a solucionar problemas pontuais e, de forma preventiva, ainda estimula o desempenho, a produtividade e promove maior qualidade de vida.

Quer entender mais sobre esse assunto? Acesse a edição especial da Coaching News – Neurocoaching

Deseja conhecer mais sobre Neurociência e mudar sua atitude mental para atingir o sucesso pleno? Inscreva-se no workshop Mindset de Sucesso.

Share

3 ideias sobre “Como dormir pode te ajudar a resolver problemas? A Neurociência responde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

العربيةEnglishFrançaisDeutschItaliano日本語Basa JawaPortuguêsРусскийEspañol