Diferenças culturais entre brasileiros e italianos é tema de debate na UnB

Na segunda, 13 de março, durante o Panorama Italiano, Laboratório Cultural, na Universidade de Brasília (UnB), sob organização do professor italiano Max Lucich, foi realizado um seminário em homenagem às mulheres: La forza delle donne. Nesse contexto, apresentei ao público (brasileiros, estudantes do idioma e da cultura italiana) algumas reflexões sobre diferenças culturais entre brasileiros e italianos, na perspectiva de uma coach que atua com preparação para expatriação de executivos.

É verdade que muitos são os interesses e as paixões em comum entre os dois povos. O gosto por café, pizzas, macarrão e saladas, além do interesse pelo futebol e os debates políticos, são alguns exemplos. No entanto, as diferenças culturais podem afetar bastante o emocional de um brasileiro que decide ir viver na Itália. Na ocasião, enfatizei como tais diferenças podem se refletir nos relacionamentos, sejam eles: em família, entre amigos, no ambiente profissional e na sociedade, e no modo de se comunicar.

O impacto quanto à comunicação pode afetar bastante as relações entre brasileiros e italianos. É comum que os brasileiros se choquem com o modo mais direto e menos diplomático dos italianos, que são bastante críticos e sinceros, chegando, inclusive, a serem ríspidos. No entanto, enquanto os brasileiros têm maior dificuldade para perdoar, os italianos não costumam guardar rancor por muito tempo.

Utilizando a abordagem do Coaching Transcultural, metodologia que desenvolvi ao longo de muitos anos de aprendizado e prática pessoal e profissional, estimulei os participantes do seminário a refletirem sobre suas expectativas a respeito de eventuais oportunidades de vida, estudo e trabalho na Itália. O grupo de profissionais, conhecedores tanto do idioma como da cultura italiana, enriqueceram o debate com comentários baseados em sua própria experiência.

Share

Um comentário sobre “Diferenças culturais entre brasileiros e italianos é tema de debate na UnB

  • Olá. Eu tenho um seminário com o tema “A visão do Italiano (ou brasileiro que mora na Itália) sobre Amazônia/Brasil”, mas não encontrei informações necessárias. Talvez você possa me ajudar.

    Obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *